terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Igreja dos Capuchinhos recebe 4 mil por fim de semana


Benção dos Carros já virou referência da paróquia franciscana.

Quatro mil pessoas passam, em média, a cada final de semana na Paróquia Nossa Senhora das Mercês, mais conhecida como Igreja dos Capuchinhos, na Avenida Manoel Ribas, no bairro Mercês. Fora aquelas que procuram os serviços dos 35 grupos especiais e pastorais que a paróquia oferece. O local se tornou referência no bairro, mas atrai pessoas de toda a cidade e até da Região Metropolitana de Curitiba.



A Igreja dos Capuchinhos começou a ser construída em 1921, um ano depois da chegada dos freis capuchinhos vindos de Veneza, na Itália. A obra terminou em 1929 e a igreja se transformou em paróquia apenas em 1951. “Uma das ações que mais tem marcado a nossa paróquia é o grupo de entreajuda, que acontece às quintas-feiras, às 9h, 15h e 20h. Não é uma missa, mas é voltado para o conhecimento das pessoas, a libertação das pessoas, que hoje vivem o isolamento, a depressão e carregam muitos problemas”, comenta o frei Pedro Cesário Palma, pároco há três anos da Paróquia Nossa Senhora das Mercês.

Somente às quintas-feiras, a igreja recebe mais de 1,5 mil pessoas. Neste dia também funciona o SOS Família, que reúne casais preparados para ouvir as pessoas com dificuldades. O objetivo é ajudar a manter o equilíbrio da família. “Tudo aqui acontece com voluntários. São cerca de 800 voluntários na paróquia. Temos duas pessoas preparadas para acolher as pessoas em luto. Durante a semana, temos atendimento com psicólogos e parapsicólogos”, relata frei Pedro. Este trabalho, voltado mais para as pessoas, começou há 11 anos. Tudo o que a paróquia oferece é mantido por meio do dízimo dos frequentadores. A igreja também recebe qualquer tipo de doação. Comida, roupas, brinquedos e calçados são distribuídos para três comunidades carentes atendidas pela paróquia.

Bênção dos carros

Os números da Paróquia Nossa Senhora das Mercês sobem ainda mais quando se trata de bênção dos carros na primeira sexta-feira de cada ano. Somente neste dia, 30 mil veículos são abençoados pelos freis, além das cerca de três mil pessoas que vão a pé até a igreja para participar da bênção coletiva. “A bênção dos carros começou em 1956, quando o então pároco daqui teve a ideia de transformar a primeira sexta-feira do ano em um dia de bênção. Antigamente, este dia era significado de azar. Passou o tempo e isto virou uma tradição”, afirma o frei Pedro Cesário Palma.

Quem quiser a bênção em qualquer época do ano pode também parar na Igreja dos Capuchinhos, de segunda a sábado (com horários determinados). “A bênção não tem sentido de superstição. Não dá para sair a 160 km/h. A bênção tem a intenção de despertar a fé e preparar o emocional. Muitos acidentes acontecem porque o emocional está alterado”, ressalta o pároco.

Natal dos Solitários

A paróquia está se preparando para as festividades do Natal, que inclui o chamado Natal dos Solitários. Quem não tem família ou amigos para passar o Natal tem a opção de confraternizar na Igreja dos Capuchinhos. Após a missa das 19h no dia 24 de dezembro, os interessados participam de um jantar no salão paroquial, onde fazem suas preces. Em média, 150 pessoas participam do Natal dos Solitários a cada ano. É preciso fazer inscrição. Para isto e outras informações sobre a paróquia, o telefone de contato é o (41) 3335-5752.

Fonte: http://www.parana-online.com.br/editoria/cidades/news/638621/?noticia=IGREJA+DOS+CAPUCHINHOS+RECEBE+4+MIL+POR+FIM+DE+SEMANA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...