quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Críticas à Igreja causam polêmica na PUC-PR



Opiniões contrárias ao catolicismo dadas em sala de aula por um professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná têm provocado polêmica entre os docentes da instituição. Professores já encaminharam carta aberta à reitoria criticando qualquer cerceamento à liberdade.

A polêmica começou depois que uma carta de um aluno seminarista, que não se identificou, foi publicada em um blog religioso. No texto, o autor acusa o professor de Filosofia Francisco Verardi Bocca de dizer blasfêmias e desrespeitar os dogmas da Igreja. O professor teria dito que "a eucaristia é um baseado, que o padre vai passando de mão em mão? É uma droga lícita?". Em outro trecho, diz: "Esse papa é tão ruim que nem Deus gosta dele". O post foi publicado no blog fratresinunum.com em 18 de outubro e recebeu quase 60 comentários de apoio.

Fontes ligadas à PUC afirmaram que um representante do papa chegou a pedir esclarecimento da direção da universidade. A instituição nega e se manifestou por meio de nota. "A universidade é um lugar de debate e de discussões da ciência, que preza pelo pluralismo ético, filosófico e religioso, características que fazem parte do que é ser acadêmico." Além disso, reiterou a independência do corpo docente. "A condução das aulas pelos professores e os seus comentários se dá em um debate acadêmico e as citações do referido blog estão sendo divulgadas fora desse contexto", concluiu.

Os professores encaminharam na última semana uma carta aberta para a reitoria. "Repudiamos a reiterada e sistemática campanha difamatória efetivada por carta e publicações anônimas que têm atingido a PUC-PR, o curso de Filosofia (graduação, mestrado e doutorado) e professores, especialmente o prof. dr. Francisco Bocca."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...