terça-feira, 30 de outubro de 2012

“Deus me salvou de drogas”, afirma cantora Fergie, do Black Eyed Peas

Quando não está viajando Fergie e o marido vão a igreja aos sábados a noite.

A cantora Fergie, do The Black Eyed Peas, revelou durante entrevista à Oprah Winfrey como ela deixou as drogas depois de se tornar viciada em metanfetaminas, droga sintética também conhecida como “cristal”.

Ela contou que estava tão confusa que passou a acreditar que a polícia vigiava cada movimento seu. Sua paranóia ficou tão grande, que acreditava estar sendo seguida pelo FBI e por equipes da SWAT.

Mas aos 37 anos de idade afirmou que só conseguiu parar depois de ir à igreja e fazer um pacto com Deus. “Comecei a ficar realmente paranóica. Até que um dia entrei numa igreja. Eu pensava que o FBI e equipes da SWAT estavam do lado de fora da igreja… então eu tive uma conversa franca com Deus… eu disse: ‘Tudo bem, se eu sair e o FBI e a equipe da SWAT não estiveram lá fora, então saberei que são as drogas e vou parar”.

Fergie conta que quando saiu “não havia equipe da SWAT, FBI, não havia, só eu e Deus. Eu cumpri minha promessa. Naquele dia tudo mudou”.

A cantora Stacy Ann Ferguson começou sua carreira artística ainda criança, fazendo programas de TV. Mais tarde adotou o nome artístico de Fergie e começou a cantar. Passou pelo grupo Wild Orchid e em 2001 entrou no Black Eyed Peas. Teve carreira solo entre 2006 e 2009, quando lançou seu o álbum solo The Dutchess, que emplacou 5 singles de sucesso no top 5 da maior parada musical do mundo, a Billboard. Ela ganhou vários prêmios, mas decidiu voltar no final de 2009 ao grupo que a projetou.

Casada com o ator Josh Duhamel, ela diz que começou a usar drogas na adolescência e usou várias substâncias, incluindo ecstasy e chegando até as pesadas metanfetaminas.

Durante o programa de Oprah, ela confessou que tomava ecstasy nas festas que participava. “Como todas as drogas, tudo é muito bom no início, mas depois, lentamente, sua vida começa a naufragar. Eu cheguei a pesar cerca de 45 quilos a certa altura”.

Fergie disse que foi a religião que colocou sua vida “de volta nos trilhos”: “O que me ajudou a sair desse mundo foi um monte de terapia e a busca pela minha alma”.

Quando não está viajando com sua banda, ela frequenta a igreja todos os sábados à noite, junto com o marido, “’Isso alimenta o nosso lado espiritual. É ótimo estar ao lado de Josh e ouvi-lo cantar na igreja, pois ele é um grande cantor”.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...