sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Subsídio da Pastoral da Juventude sugere roteiro de encontros e reuniões de jovens sobre Eleições

O objetivo é chamar a atenção da juventude para as eleições. 

No dia 7 de outubro, mais de 140 milhões de brasileiros e brasileiras deverão ir às urnas para eleger os/as futuros/as representantes municipais. Do total de eleitores/as, 2.913.627 são jovens de 16 e 17 anos de idade. Somados/as os/as jovens de até 24 anos, são 24.811.303 eleitores/as entre 16 e 24 anos, o que representa 17,6% do eleitorado total.

Para chamar a atenção da juventude para a importância das eleições e para a participação do/a jovem nesse processo eleitoral, a Pastoral da Juventude (PJ) lançou o documento: A juventude quer viver… – Roteiros de encontros para grupos sobre as Eleições 2012. Produzido pela Coordenação Nacional e Comissão Nacional de Assessores da Pastoral da Juventude, o subsídio tem o objetivo de auxiliar os grupos de base na reflexão sobre política e juventude.

“Queremos com este subsídio dialogar sobre a política para e com os/as jovens, do nosso jeito de ser Igreja, de forma simples e com uma linguagem acessível”, destaca a apresentação do documento.

O material apresenta sugestões de roteiros de reuniões e de rodas de conversa sobre as eleições municipais deste ano. A ideia é organizar encontros com os/as jovens para pautar questões como perfil do/a candidato/a, políticas públicas para os próximos anos, e participação da juventude do processo eleitoral.

“Um item muito importante que precisamos nos atentar são as Políticas Públicas para Juventude, ou PPJs, efetivadas através da pressão da sociedade. A formulação das PPJs deve partir do desejo da garantia dos direitos da juventude, fundamentais para uma vida plena e digna. É necessário assegurar para todos/as jovens educação, trabalho, cultura, saúde, autonomia, território, vida segura e à participação”, ressalta o roteiro para roda de conversa.

O guia ainda convoca os/as jovens a tomar conhecimento e participar da Campanha Voto Consciente – Eleições 2012, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A iniciativa estimula a população a avaliar os/as candidatos/as antes de decidir em quem vai votar.

Para isso, sugere “cinco modos do voto consciente ajudar a construir a cidadania”: agir coletivamente, formar para a participação, conscientizar para o voto cidadão, construir estruturas de participação permanente e agir local pensando no global. Para mais informações sobre a campanha e ter acesso ao material produzido, acesse o siteda CNBB.

A PJ também incentiva os/as jovens a conhecer e realizar atividades doPacto pela Juventude. O documento, elaborado pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), apresenta como título: “A cidade que a juventude quer: com desenvolvimento, direitos e participação”.

A ideia é convocar candidatos/as à Prefeitura e à Câmara de Vereadores dos municípios brasileiros a assinar o documento que apresenta propostas focadas na juventude em temas como: educação de qualidade; trabalho decente para a juventude; saúde integral; direito à comunicação; acesso à cultura, esporte, lazer e tempo livre; direito ao território; prevenção e enfrentamento à violência; institucionalização da política de juventude; e fortalecimento de canais de participação.

Os/as jovens interessados/as em fazer uma atividade do Pacto na cidade devem mobilizar os/as candidatos/as e as juventudes, divulgar o ato de assinatura do Pacto e enviar o relatório da atividade, juntamente com fotos do evento e o documento assinado pelo/a candidato/a para o correio eletrônico: pactopelajuventude2012@gmail.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...