quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Aniversário de 107 anos da morte de Padre Victor atrai 50 mil fiéis

Após o título de Venerável, próximo passo é a beatificação.

Cerca de 50 mil fiéis se reuniram para celebrar o aniversário de 107 anos da morte de Padre Victor neste domingo (23), em Três Pontas (MG). Romarias de diversas cidades da região e de outros pontos do Brasil foram homenagear o religioso, que em reconhecimento de suas virtudes, recebeu título de Venerável concedido pelo Papa Bento XVI.

Na matriz de Nossa Senhora D'ajuda, milhares de devotos participaram de missas realizadas durante todo o dia. A multidão se espremeu para garantir um lugar junto à escultura colocada no altar. Do lado de fora da matriz, uma enorme fila se formou para tocar a imagem do Venerável.

O decreto que concede o título de Venerável a Padre Victor foi assinado no dia 10 de maio deste ano pelo Papa Bento XVI em Roma, na Itália. Durante audiência privada, o Papa autorizou a promulgação de diversos decretos de milagres e de virtudes heroicas realizadas por Padre Victor.
saiba mais

"Para nós é um motivo para agradecer a Deus. O processo de beatificação está caminhando a passos largos para de fato chegar aos altares de nossas igrejas", celebra o Padre Elias Tadeu de Souza.

O serralheiro Cláudio Aparecido de Oliveira é de Carmo de Minas (MG) e levou a família para conhecer o memorial onde estão guardadas peças que pertencem ao padre. "A gente vem com essa fé sempre e com o espírito sempre renovador para que através da intercessão dele a gente possa alcançar a fé e os milagres", afirma.

De acordo com a Associação Padre Victor, foram ao todo 110 romarias de diferentes locais do país que visitaram o memorial e passaram pela Praça Cônego Vitor no fim de semana. Agora o próximo passo, segundo a associação, é a beatificação de Padre Victor.

Padre Victor

Padre Victor nasceu em 12 de abril de 1827 em Campanha e viveu em Três Pontas, ambas cidades do Sul de Minas. Era filho de uma escrava, mas foi bem criado e aprendeu o ofício de alfaiate. Quando jovem, sempre quis ser padre e com apoio do Bispo Dom Viçoso, que o acolheu no seminário de Mariana (MG), estudou latim e música.

Historiadores afirmam que o maior milagre de Padre Victor foi ter conseguido entrar para o seminário sendo negro e pobre. Sua madrinha de batismo, Mariana Bárbara Ferreira, doou-lhe um dote para que pudesse ir para o seminário onde passou por muitas humilhações, já que seus colegas brancos se recusavam a aceitá-lo. Em 14 de junho de 1851, foi ordenado padre.

Padre Victor voltou para Campanha e em 1852 foi para Três Pontas substituir um padre. Lá, o Venerável viveu por 53 anos até 1905, quando morreu. O religioso montou uma escola de música, chamada “Sagrada Família”, onde hoje é o Hotel Ouro Verde, na praça da igreja matriz da cidade.

O processo de beatificação e canonização de Padre Victor começou em 1993.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...