terça-feira, 28 de agosto de 2012

Presidente do Egito nomeia mulher e cristão como assessores

Igreja Copta é predominante entre os cristãos egípcios.

O presidente do Egito, Mohamed Morsi, nomeou nesta segunda-feira (27) um intelectual cristão copta e uma mulher, professora universitária, como assessores presidenciais, anunciou seu porta-voz, Yasser Ali.

Samir Morcos, um escritor copta liberal, comprometido com o diálogo entre o Islã e o Cristianismo, foi nomeado "assistente para a transição democrática", enquanto Pakinam al-Sharkawi, professora de Ciências Políticas na Universidade do Cairo, será "assistente para assuntos políticos".

Aos quatro assistentes, que serão colaboradores próximos do presidente, serão somados 17 "conselheiros presidenciais".Do lado islamita foram nomeadas outras duas personalidades: o dirigente do partido salafista Al Nur, Emad Abdel Ghafur, que será "assistente para relações com a sociedade civil", e Esam al-Hadad, do Partido da Liberdade e Justiça (PLJ), formação da Irmandade Muçulmana, que ficará responsável pelas "relações exteriores e pela cooperação internacional".

O governo atualmente dirigido pelo primeiro-ministro Hisham Qandil conta apenas com um membro da comunidade copta e com duas mulheres, todos em cargos de pouca visibilidade.

Morsi, que assumiu o poder em 30 de junho, é o primeiro presidente egípcio islamita, assim como o primeiro não proveniente das Forças Armadas, caso de todos os chefes de Estado anteriores desde a queda da monarquia em 1952.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...