terça-feira, 7 de agosto de 2012

Núncio levará ao Papa expectativas dos jovens brasileiros

Dom Giovanni se reúne com líderes da juventude católica.

O que os jovens esperam do Papa Bento XVI? A pergunta foi feita pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, a 20 líderes da juventude católica do Rio de Janeiro. O representante do Papa no país participou da pré-jornada "Preparai o Caminho", no Maracanãzinho, nesse final de semana e agendou outra reunião com os jovens para o dia 10 de agosto.

O núncio quer ouvir dos jovens as expectativas, dificuldades, preocupações e lutas de cada um, para levar ao Santo Padre os anseios da juventude brasileira. Dom d'Anielo deve viajar para Roma no mês de setembro.

Durante o encontro com o núncio no sábado, 28, os jovens, de diferentes expressões católicas, falaram sobre como suas comunidades, movimentos e pastorais estão se preparando para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que irá acontecer, no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho de 2013.

Participaram os líderes das comunidades "Alegra-te" - Isabela Lopes; "Aliança de Misericórdia" - Mariene Souza; "Comunidade Católica Shalom" - Diogo Rocha; "Pastoral da Juventude do Rio de Janeiro" - Juliana Fernandes e Aline Barbosa; dos movimentos "Caminho Neocatecomenal" - César Medina; "Regnum Christi" - Aline Paggy; "Vida Cristã" - Stephania Figueiredo; e da "Congregação Mariana" - Anderson Lopes.

Preparativos para a JMJ

Entre os exemplos de como está a preparação para a JMJ Rio2013, Stephania Figueiredo, do movimento Vida Cristã, disse que será realizado um congresso com o tema central da JMJ: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”.

Anderson Lopes, da Congregação Mariana, contou que foi inaugurado um centro de apoio ao peregrino em junho deste ano, que servirá de hospedagem para a JMJ.

Diogo Rocha, da Shalom, contou sobre o trabalho de evangelização com o funcionamento de um lanchonete e livraria, ações sociais para recuperação de dependentes químicos e do trabalho de evangelização no Shopping Via Brasil, onde os jovens consumidores são convidados para participar de seminários.

Diante do relato de oito líderes, Dom Giovanni d’Aniello, agradeceu o dinamismo, a alegria e o empenho na organização da Jornada. “Sei que vocês estão fazendo isso não porque o bispo pediu, mas porque vocês querem dar Deus aos jovens”, afirmou o núncio, que complementou com uma brincadeira: “Só os jovens podem falar bem para outros jovens. Eu sou um velho”.

Por fim, o núncio explicou que vai levar ao Papa a tranquilidade sobre como estão os preparativos para a JMJ. “Vou dizer a ele que não se preocupe [...] a Jornada do Rio de Janeiro vai ser extraordinária”, garantiu.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...