segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Eslováquia debate separação entre Igreja e Estado

Afastamento de arcebispo provoca protestos no país de maioria católica.

"A Igreja receberá 37 milhões de euros do Estado, a separação não se vislumbra", titula o Pravda. O afastamento por ordem do Papa, a 1 de julho, de Róbert Bezák, o popular arcebispo de Trnava, provocou uma onda de protestos contra a Igreja Católica e desencadeou um debate público sobre o seu financiamento pelo Estado. Em 2012, o Estado entregará 37 milhões de euros a diferentes organizações religiosas, dos quais 21 são destinados à própria Igreja Católica, explica o diário de Bratislava.

"Para um Estado que deve pensar em todas as despesas, é um enorme encargo", afirma o Pravda, que denuncia o facto de nenhum governo ter ainda ousado abrir um debate sobre a separação entre a Igreja e o Estado.

Se o debate é acesso neste país tradicionalmente católico, é especialmente porque o arcebispo Bezák, conhecido pelo seu liberalismo, foi afastado depois de ter demonstrado as irregularidades que tiveram lugar na arquidiocese de Trnava sob o mandato do seu antecessor, lembra o jornal de Bratislava. Mas também porque na vizinha República Checa o Parlamento discute atualmente as indenizações às Igrejas espoliadas durante o regime comunista, refere The Economist.

Fonte: http://expresso.sapo.pt/eslovaquia-debate-separacao-entre-igreja-e-estado=f741792

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...