quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Corinthians leva taça da Libertadores a missa do Padre Marcelo Rossi

Pe Marcelo Rossi espera a volta de todos após o mundial.

O objeto tão esperado e desejado pelo torcedor corintiano segue com um tratamento de luxo. Depois de visitar o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, a taça de campeão da Libertadores saiu do Memorial do clube nesta quinta-feira para receber uma bênção especial do Padre Marcelo Rossi.

A delegação corintiana foi representada pelo presidente Mário Gobbi, os diretores de futebol Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves, o lateral-direito Alessandro, o zagueiro Marquinhos e o volante Ralf. O técnico Tite também acompanhou a celebração ao lado da esposa e dos filhos.

Corintiano fanático, o padre recebeu das mãos do presidente Mário Gobbi uma medalha de campeão da Libertadores. Com o presente no peito, viu o troféu entrar no altar e puxou hino do Corinthians para delírio de mais de 15 mil fiéis que acompanharam a celebração no Santuário Nossa Senhora Mãe de Deus, localizado na Zona Sul da capital paulista (veja no vídeo acima).

A celebração emocionou os corintianos no altar e os fiéis presentes. Figura assídua no Santuário, o técnico Tite agradeceu o apoio dos torcedores e do Padre Marcelo Rossi, que já esteve presente no CT Joaquim Grava na inauguração da capela do clube e deu palestra aos jogadores do Timão antes da semifinal contra o Santos, pela Taça Libertadores da América.

- Tem de vir aqui (na missa). Por mais palavras que a gente possa falar, não dá para traduzir isso. É muita fé, uma coisa que vem de dentro e que emociona. O padre é uma pessoa que tem uma energia abençoada. Ele é muito forte e transmite isso - afirmou Tite.

O técnico fez um discurso emocionado e voltou a enaltecer a força de todo o grupo corintiano na conquista da Libertadores. Tite falou também sobre fé.

– Não sou eu, é uma equipe de trabalho, principalmente a direção que me deu a oportunidade de estar no Corinthians. A conquista teve muito trabalho, mas teve muito de crença e fé também. Deus não ganha, mas Ele ajuda a gente a fazer o nosso melhor – disse Tite

Já no fim da missa, Padre Marcelo agradeceu a presença dos corintianos e fez um pedido muito claro: o retorno de todos ao Santuário após a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, para comemorar mais uma conquista. Agora a Fiel espera que o fim deste capítulo também seja feliz para os alvinegros.

– Nós fomos abençoados com o título da Libertadores invicto e inédito. Nós nos dedicamos e trabalhamos muito, mas a benção que Deus derramou sobre nós foi decisiva para o êxito. Como eu virei presidente do Corinthians em doze anos, como ganhamos a Libertadores após seis meses de gestão? Eu não sei, só Deus pode responder isso – afirmou Gobbi.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...