terça-feira, 21 de agosto de 2012

A Palavra de Deus traduzida para idioma indígena traz nova vida a tribo da Amazônia

Tribo tinha complexo de inferioridade perante outras tribos.

Entre danças e celebrações com grande alegria, Nadëb, uma das aldeias indígenas mais isoladas da Amazônia no Brasil, comemorou a tradução do Novo Testamento em sua língua. A partir das histórias de seus ancestrais, eram os Nadëb que se considerava como inferior aos outros, pois eram um povo pobre e por conta disto desprezados.

Mas a Palavra de Deus tem transformado esta situação, através dos missionários que trabalharam longos anos conhecendo o idioma e alfabetizando o povo Nadëb para poder traduzir a Palavra para eles. “A Palavra de Deus ter poder de transformar vidas para melhor, como aconteceu com todos nós, cremos também que pode transformar os Nadëb” – disse missionário da COMIBAM internacional ao Protestante Digital.

Os Nadëb hoje vivem uma nova história, vidas com sentido, esperança e sabem que tem um valor e já não se consideram um povo desprezado pelo conhecimento transformador da Pessoa do Senhor Jesus Cristo.

“Nós que antes pensávamos que éramos ignorantes, agora temos entendimento. O que antes não entendíamos, agora o entendemos. O que antes não sabíamos, sabemos agora. E isto é porque a Palavra de Deus nos guía. Também, graças a Palavra, já não seremos mais inferiores, teremos entendimento, e também para os Nadëb haverá uma missão”, disse com emoção Eduardo, um dos moradores da aldeia.

-Temos que destacar que os atuais missionários passam a tocha deste maravilhoso trabalho aos mesmos moradores, que já tem o Novo Testamento e estão traduzindo o Antigo Testamento para sua língua.

“Também em nosso idioma a Palavra de Deus é poderosa, por isso é importante que todos saibam o que nela está escrito. É importante que saibam sobre o poder de Deus, seu amor e misericórdia para nós, por isso quero seguir traduzindo”, disse Socorro, moradora e tradutora dos Nadëb.

Socorro que hoje trabalha para traduzir a Bíblia, foi o testemunho do Poder de Deus em sua vida, para que o Evangelho fossedivulgado e aceito entre seu povo, depois de ser curada de um câncer de útero, quando os médicos não lhe davam quase nenhuma possibilidade de vida. Os missionários e o povo nadëb oraram “ao Deus da Bíblia que vive nas alturas” e ficou curada por completo. Inclusive, ainda que o asseguraram que não podería ter filhos, depois de casar-se ficou grávida e hoje já tem quatro filhos.

Nadëb é um povo originalmente da Amazônico que habita em uma região entre os rios Negro e Japurá, no estado de Amazonas. São conhecidos também por diversos nomes: Nadobo, Kaborí, Guariba, Anodöup, Makunadöbö, Marahan, Kuyawí, Hahöb y Xuriwai. Atualmente são um total de umas 300 pessoas que vivem em diversos lugares na bacia dos rios afluentes da margem direita do rio Negro, no município de Santa Isabel e na margem do lago Jutaí do Paraná Boá-Boá.

Considerados regionalmente como Makú por ser originalmente nômadas, caçadores-coletores, agora são semi-nômadas e dependem também da agricultura itinerante. São predominantemente matrilineares e o homem deve ajudar a seus sogros em todas as tarefas. Sua língua pertence a rama Nadahup da Família makú.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...