terça-feira, 17 de julho de 2012

Igreja Ortodoxa da Georgia explica que identidade de fiéis não são “satânicas”

Código de barras teria o número 666 escondido.

Alguns paroquianos ao expressarem temor qando as carteiras de identidades da igreja foram impressa com o número 666, tradicionalmente associado a Satanás. No entanto, lideranças da igreja garantiram que não tem nada a ver com marca de ‘Anticristo’.

Alguns protestos foram feitos pelos fiéis da Igreja Ortodoxa do ex-estado soviético quando da confecção de carteiras de identidades dos fiéis, onde foi detectado que nelas existia o numero 666, mesmo assim a Igreja Ortodoxa da Georgia confeccionou as mesmas carteiras com os números e os fiéis voltaram a pedir explicação a igreja.

Diante disso a Igreja Ortodoxa da Geórgia teve de garantir a seus fiéis que a nova identidade eletrônica dos cidadãos do ex-estado soviético não carrega a marca do diabo, após ter recebido diversas consultas de seguidores preocupados.

“Do ponto de vista dos ensinamentos teológicos e eclesiásticos, as carteiras de identidade de hoje não têm representada a marca do anti-Cristo”, informa o comunicado de autoridades da igreja.

Alguns cristãos da Geórgia haviam consultado a igreja, demonstrando temor apos relatarem que as novas identidades contêm um chip eletrônico marcado com o número 666, considerado o “número da besta”.

Embora tenha dito que não há argumentos religiosos contra o documento, a Igreja deixou claro que os cidadãos têm direito de escolher a identidade que querem levar consigo.

A nova tecnologia dos cartões eletrônicos distribuídos aos cidadãos permite acessar diversos tipos de serviço online e também funciona como “assinatura digital” para documentos oficiais.

A Geórgia é uma nação com grande quantidade de cristãos, onde a Igreja exerce enorme influência e o patriarca ortodoxo é a figura religiosa mais respeitada da sociedade.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...