quarta-feira, 18 de julho de 2012

Campanha “Jesus para presidente dos EUA” recebe apoio de 200 mil pessoas

Nem Obama, nem Romney nas eleições americanas.

Os eleitores norte-americanos estão sendo incentivados pelo evangelista Bill Keller a protestarem nessas eleições presidenciais escolhendo Jesus Cristo para ser o presidente dos Estados Unidos. Em plena campanha política o líder religioso deseja impedir que Mitt Romney e Barack Obama sejam eleitos. Até o momento essa campanha bastante controversa já recebeu o apoio de 200.000 pessoas.

Ao justificar sua proposta, o evangelista, que controla o site “LivePrayer.com”, diz que os cristãos encaram um grande dilema nessas eleições. “É literalmente o Satã atirando uma moeda que tem a cabeça dele nos dois lados, dando apenas uma opção nestas eleições”, afirma.

Ele ainda enfatiza seu posicionamento falando sobre as afirmações recentes do atual presidente. “Como pode um cristão ter seu voto de forma boa e consciente? Vai votar no presidente Obama? Um homem que aprovou a matança profissional de bebês, o homossexualismo e é um inimigo de Israel? Vontade em Jesus Cristo!”, completa.

Keller também questiona o voto em Romney que é membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, nos Estados Unidos há uma grande polêmica, pois as igrejas não consideram os mórmons como cristãos.

“Por outro lado”, continua o evangelista, “como pode um verdadeiro cristão votar conscientemente em Mitt Romney?”, questiona ele citando a religião do candidato e o chamando de sacerdote do culto satânico.

“Se ele for eleito a sua presidência será uma porta aberta ao principal culto satânico que os mórmons estão querendo desde a sua formação há 200 anos por um presidiário-artista, racista, pedófilo, polígamo, e assassino Joseph Smith”.

O assunto é realmente polêmico, principalmente vindo de um líder religioso que tem 2,4 milhões de assinantes em seu site. Por esse motivo é que Amy Black, professora de Ciência Política da Faculdade de Wheaton se mostrou preocupada com essa campanha.

“Eu não vejo a escolha de novembro como uma moeda com duas cabeças de Satã”, afirma ela que autora do livro “Honrando a Deus no Vermelho ou Azul”. Durante uma entrevista ela afirmou que há um exagero por parte do líder religioso e afirmou que os cristãos podem e devem fazer um ativismo político que honre a Deus.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...