quarta-feira, 18 de julho de 2012

Bispo católico afirma que a “Partícula de Deus” é uma maravilha do Criador

Se a partícula existe é porque alguém a criou.

O teólogo e chanceler da Pontifícia Academia das Ciências do Vaticano, dom Marcelo Sánchez Sorondo, comentou a recente descoberta do bóson de Higgs, chamado popularmente de “partícula de Deus”. Para o Bispo, a descoberta “demonstra que a criação é algo maravilhoso”, e ele diz ainda que “se ela [a partícula] está aí, é porque alguém a colocou”.

De acordo com o site Vatican Insider, que publicou os comentários do bispo, ele afirma que fato de que foi reconhecido que o bóson de Higgs está presente, como esperado por físicos, em 1964, mostra que o universo “tem uma estrutura básica que é descoberta.”

Dom Sorondo reconhece que o nome dado à partícula seja talvez “grandioso demais”, mas afirma que, atualmente, o nome lhe agrada, porque, afinal, brincou, “até Margherita Hack (conhecida astrofísica ateia) fala de ‘partícula de Deus’”.

O termo “Partícula de Deus” foi cunhado quando físico ganhador do prêmio Nobel Leon Lederman publicou em 1993 um livro sobre essa partícula subatômica cujo título era “A Partícula Maldita” (The Goddaman Particle), por causa da dificuldade em provar a sua existência, e sua editora mudou o nome do livro para “A Partícula de Deus”.

O religioso concluiu ressaltando a importância de reconhecer nessas descobertas científicas

- O cientista descobre leis e não o que as colocou lá. E me pergunto quem foi que colocou lá, é uma questão teológica: O cientista é simplesmente diz que ele descobriu, o crente vê o fruto da vontade de Deus – afirma Sorondo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...